É algo inquestionável não reconhecer a grande aceitação popular e dos vários segmentos da sociedade que o Projeto Político do pré-candidato do PSD, Iêdo Elias está tendo em Belmonte. E, nesta semana como de costume, foi apresentado um dos nomes mais marcante e importante da nossa cultura que aderiu a legenda do ex-prefeito.

Dona Dagmar Muniz, um dos maiores símbolos de representação na arte da cerâmica. Construtora dos maiores vasos de barro do mundo é a representação mais conhecida e importante do turismo e da cultura de Belmonte. Seus potes gigantes confeccionados a mão, bem como panelas, cortinas, bonecos, todos feitos a base do barro fazem sucesso, sendo vendidos em vários estados do país.  Além disso, a artista tem peça de seu trabalho exposta no Museu de Cadeiras do município e já participou de importantes feiras de artesanato e designer consagrando-se em jornais e revistas.

“Sinto-me simplesmente lisonjeado em poder contar com o apoio de Dagmar, pois é inegável sua importância para a contribuição do fortalecimento da cultura local, por meio de sua arte primitiva e também para o turismo, sempre elevando mundo afora o nome de Belmonte. Ela é Especialista em um trabalho  que é rico em técnicas, materiais e habilidades regional em que as peças que produz, traduzem experiências, histórias, crenças do seu cotidiano, de suas origens e de tudo aquilo que aprendeu ao longo de sua vida”, comentou Iêdo Elias.