Praticar esportes é uma das melhores maneiras de manter a saúde em dia. No entanto, para quem quer render um pouco mais nas atividades, os suplementos dão uma forcinha.

Seja para ver resultados mais rapidamente ou apenas melhorar sua performance, com certeza esses produtos vão te ajudar de verdade.

Vale lembrar que a suplementação deve servir, na maioria das vezes, para suprir a falta de determinados nutrientes em sua alimentação. Ou seja, um cardápio diário farto em proteínas fará com que esse nutriente seja expelido por seu corpo, quando em excesso.

Agora que o recado foi dado, veja os suplementos ideais para quem pratica esportes, seja de maneira casual ou profissional.

1. Suplementos de creatina

A creatina está envolvida na produção de energia para os músculos, ou seja, na síntese da ATP. Aliás, essa energia é empregada em atividades de alta intensidade, mas de curta duração.

Em suma, o consumo dessa substância aumenta a resistência muscular, o que permite mais esforço e, claro, resultados melhores. 

Uma das características dos atletas que usam esse suplemento é seu ganho de força repentino. Isso pode ser visto principalmente no supino, mas também é visível em esportes de arremesso ou tiro de meta.

Os músculos aumentam de tamanho conforme o consumo do produto. Porém, esse aumento ocorre devido aos líquidos que migram para essas regiões.

2. Whey Protein

O Whey Protein é um produto derivado do soro de leite, o qual é obtido durante a produção de queijo. É um soro rico em diversos aminoácidos, e se diz que fornece todos os elementos dessa categoria que não são produzidos por nosso organismo.

Sua função principal é aumento de massa muscular, e ele faz isso de uma maneira bastante simples: pelo processo de reparação muscular. De fato, é nesse momento que o músculo aumenta de tamanho.

Existem, basicamente, 3 tipos de Whey vendidos no mercado atualmente:

  • Concentrado: passa por menos filtrações, contendo carboidratos e outros compostos do leite;

  • Isolado: é quase que exclusivamente composto de proteínas;

  • Hidrolisado: segue a mesma ideia do Isolado, mas possui um processo extra de quebra de cadeia para facilitar sua absorção.

3. BCAA

O BCAA segue a mesma lógica do Whey Protein — que, aliás, contém doses de BCAA também. Seu forte é a reconstrução muscular, e ele faz isso muito bem devido à combinação de componentes de que é constituído.

No caso, BCAA significa, em tradução literal, aminoácidos de cadeia ramificada. Ou seja, é um combo desses elementos essenciais, fazendo com que seu efeito seja potencializado.

Por causa da leucina, um dos aminoácidos desses suplementos, o atleta se vê mais disposto a encarar os desafios do esporte. Além disso, essa substância também afasta a fadiga muscular, assim como mantém a resistência imunológica em dia.

4. Suplementos de Ômega 3

O Ômega 3 é um dos melhores compostos para fazer uso contínuo, e quem diz isso é a ciência moderna. Ele não é bom apenas para quem pratica esportes, mas sim para o público em geral.

Pesquisas recentes apontaram que o uso de 3,36 mg por dia resultou em um ganho de massa de 3,6% em idosos. Da mesma forma, a força aumentou em 4%.

O Ômega 3 também atua como um protetor dos músculos e aliviador de dores musculares. No caso, ao consumir 3 mg por dia, por uma semana, os danos musculares e as dores pós-exercícios foram drasticamente diminuídos.

Por fim, ele também é ótimo para a manter a saúde, principalmente no que tange aos triglicerídeos.

5. Cafeína

A cafeína é um ótimo pré-treino para quem possui uma rotina de trabalho agitada. Ela evita aquele cansaço, tanto físico quanto mental, que advém da rotina diária.

A cafeína trabalha como um estimulante para o sistema nervoso central, afastando preguiça e cansaço. Além disso, atua como um termogênico poderoso, facilitando a perda de peso durante a atividade física. 

6. ZMA

O ZMA é um dos suplementos mais procurados por atletas de alto rendimento. Em suma, ele é composto por Zinco, Magnésio e Vitamina B6. Seu principal benefício é a produção de testosterona.

Além disso, esse suplemento é ótimo para lidar com câimbras e tensões musculares provenientes da prática esportiva. O magnésio é quem cuida do transporte de nutrientes para os músculos.

Por fim, esse suplemento também combate a insônia, permitindo noites de sono de qualidade.

7. Maltodextrina

A maltodextrina é um carboidrato cuja função principal é abastecer as reservas de energia dos músculos. Portanto, ela evita problemas graves como o catabolismo, ou seja, o músculo usar a massa muscular como energia.

Por ser uma ótima fonte de energia, ela permite ir um pouco além do habitual em seu treino. No longo prazo e com o esforço contínuo, o atleta se vê quebrando vários recordes pessoais em seguida.

Porém, vale notar que ela pode engordar, se for usada de forma inadequada.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos!