Quando surge a sensação de que há algo errado na boca, e percebe-se que há uma inflamação na gengiva, a pessoa deve procurar uma consulta em uma clínica odontológica o mais rápido possível.

Principal responsável pela fixação dos dentes na boca, a gengiva faz parte de um complexo sistema do corpo humano. A aparência de uma gengiva saudável reflete nos cuidados com a higiene bucal e na escovação diária promovida após as refeições.

Sem o cuidado adequado, ela pode apresentar inflamações, dores constantes e resultar na perda de um ou mais dentes, se tudo não for devidamente tratado. 

A gengiva pode apresentar alguns sinais de que existe um problema na região oral, podendo ser percebida de diferentes maneiras. 

Por esse motivo, as pessoas precisam ficar atentas nesses principais indicativos:

  • Vermelhidão ou arroxeamento;

  • Inchaço na base dos dentes;

  • Sangramento durante a escovação;

  • Apresentação de mau hálito.


A mudança de cor da gengiva pode indicar que as bactérias podem estar atacando uma parte desse tecido mole que sustenta parte da dentição. A presença dessa alteração pode indicar uma gengivite ou periodontite.

A sensação de mau hálito ou gosto ruim na boca também podem indicar que há algum sangramento na gengiva, ou formação de placas bacterianas que devem ser removidas em um consultório dentário.

Os tratamentos dentários também podem ocasionar alguma lesão na gengiva, que deve ser informada ao profissional que está atendendo. 

Há casos específicos que podem ser cuidados de maneira adequada em casa, enquanto outros podem demandar procedimentos mais invasivos no consultório.

Adaptação à região da boca com escaneamento

A aplicação de um aparelho transparente na boca para a correção do alinhamento dos dentes pode ser uma causa provável de inchaço na gengiva.

Nesse caso, o inchaço tende a passar com o tempo, quando toda a região oral se adapta à situação de que o paciente está com um acessório fazendo a correção dos dentes. 

Caso não passe, é preciso informar o dentista e verificar o que há de errado, pois a estrutura também pode impactar na escovação, favorecendo o acúmulo de bactérias próximo ao tecido gengival.

Como a tecnologia ajuda no mapeamento de toda a área interna da boca, é capaz de não haver qualquer tipo de problema. 

Mas vale lembrar que existem modelos são móveis e, se surgir um problema e não tiver acesso a um dentista de maneira imediata, basta rer a estrutura e marcar uma consulta o mais breve possível, além de utilizar um tempo para o descanso da boca e higienização correta.

Correção de arcada dentária requer cuidado

Quando a correção envolve boa parte da arcada dentária, pode ser que o aparelho dentário seja daqueles que possuem braquetes, pequenas peças de ferro que são fixadas sobre a superfície dos dentes, podendo fazer com que a gengiva fique mais sensível.

Dessa forma, quando a pessoa leva à boca um alimento quente ou uma bebida gelada, ou mesmo um picolé, pode sentir uma dor, reflexo dessa sensibilidade provocada pela retração da gengiva e movimentação dos dentes.

Como a arcada dentária está passando por uma correção em relação à posição dos dentes fixados à gengiva, o aparelho ortodôntico pode provocar um incômodo recorrente. 

Por ser um tratamento prolongado, o profissional responsável deve diagnosticar o problema e indicar algumas soluções, além de indicar produtos para adequar o processo de higienização.

Nesse contexto, uma medida pode ser uma limpeza profissional na área mais sensível em que o aparelho está instalado, ou mesmo uma raspagem subgengival. 

Caso a sensibilidade seja contínua, pode ser necessário que o paciente tenha que passar por uma cirurgia plástica, com métodos específicos para os casos mais raros. 

Produtos de clareamento só para os dentes

Além das inflamações, como gengivite e periodontite, o sangramento da gengiva pode ser provocado por diferentes situações. 

As pessoas que passam pelo tratamento de clareamento dental, por exemplo, devem ter atenção à gengiva, pois pode ter a área afetada pela passagem dos produtos na superfície. Lembre-se que o produto é destinado apenas aos dentes, podendo queimar a gengiva.

Sendo assim, é preciso que o tratamento seja realizado com um profissional capacitado, que tenha firmeza na mão na hora de aplicar os produtos para que os dentes fiquem mais brancos. 

Caso a gengiva tenha uma reação negativa, o tratamento deve ser interrompido e o dentista deverá indicar outros métodos para rer as manchas sobre a superfície dental, bem como procedimentos para tratar a reação do tecido gengival.

Restauração de dente requer gengivas saudáveis

O mau hálito é uma característica de pessoas que possuem uma alimentação desregulada e que não cuidam da higienização oral de forma adequada. 

Já a presença de cáries é uma característica recorrente em pessoas com esse tipo de problema.

As gengivas também sofrem por causa das placas bacterianas, resultando em perda de dente por conta de inflamações ou ação das bactérias nas raízes, fazendo com que as pessoas recorram a um implante dentário para substituir a peça original.

De qualquer maneira, é preciso reforçar que, caso a gengiva apresente qualquer anomalia, como dentição frouxa, inchaço, dores na boca ou sangramento, é preciso recorrer a um profissional em uma clínica odontológica para identificar o problema e realizar o tratamento adequado com agilidade.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, dicas e conteúdos ricos sobre os cuidados com a saúde física e mental.