Por determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Belmonte está perdendo o cartório eleitoral e ficará subordinado a Santa Cruz Cabrália.
Inconformado com esta decisão, que trará diversos transtornos aos belmontenses, o Deado Jânio Natal esteve nesta quarta-feira, 13 de setembro, com o Desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, Presidente do TRE na Bahia, para tentar reverter a situação. Sensibilizado com o problema, o Presidente do TRE se comprometeu com o Deado a defender a permanência do Cartório Eleitoral de Belmonte. Prometeu, ainda, antecipar em Belmonte a implantação do cadastramento biométrico eleitoral, que, porém, não prevalecerá para as próximas eleições.