A cultura de Belmonte é enriquecida todos os anos com o festival folclórico “Boi duro”. Passado de geração em geração, o festival Boi duro belmontense é  uma adaptação do bumba-meu-boi originado do século XVIII.
A festa que esse ano não vai acontecer, sempre se inicia na primeira semana de janeiro para comemorar a festa de Reis, se estendendo com desfile pelas ruas e apresentações nas casas  até o final do mês de janeiro  em homenagem ao Santo Padroeiro  São Sebastião. A pandemia apagou o que foi preparado durante  o ano inteiro e marcou o inicio de 2021 sem  a realização de uma das festas  mais tradicional de Belmonte.
Alguns adeptos  ainda desafiam as restrições da  pandemia e foram  as ruas comemorar o Boi Duro e o levantamento de mastros de São Sebastião,  que além de Belmonte também acontece em Mogiquiçaba.
Com a chegada da vacina, esperamos  que  2022, o som de pandeiros, atabaques e repiques estejam de volta para agitar o  folclore e  atrair centenas de pessoas para cidade.
 
Fotos ilustrativas desta matéria são de anos anteriores