Devido à pandemia da covid-19, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou a realização das convenções partidárias para a eleição deste ano por meio digital. Dirigentes partidários se preparam para adaptar os encontros que definirão seus candidatos a vereadores, prefeitos e vice-prefeitos em Belmonte. Os eventos deverão ocorrer entre 31 de agosto e 16 de setembro, quando também serão definidas as coligações majoritárias.

Na convenção virtual pode ser usado o módulo externo do Sistema de Candidaturas (CANDex) que funcionará como livro-ata, registrando-se diretamente na ferramenta as informações relativas aos eventos e às listas dos presentes nas convenções partidárias.

De acordo com a Justiça Eleitoral, a lista de presença poderá ser registrada por diversos meios: assinatura eletrônica, registro de áudio e vídeo, coleta presencial, ou qualquer outro mecanismo que possibilite a efetiva identificação dos participantes e sua anuência com o conteúdo da ata.

As atas devem ser publicadas no Portal do TSE, no sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais (DivulgaCandContas), conforme recomendação da Resolução nº 23.609/2019.

A distribuição dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) será feita pelo sistema remoto, com a obrigação das legendas garantirem a ampla publicidade a todos os filiados, das datas de votações e escolhas que permita transparência em todo o processo eleitoral.

Em Belmonte as duas legendas PSD e PP também se movimentam para organizar sistemas próprios para a realização das convenções virtuais dentro das regras colocadas pela justiça eleitoral, mas ainda não divulgaram suas datas da convenção.