O Ministério da Educação informou hoje que iniciará neste mês o repasse de R$ 525 milhões repassar para escolas do ensino básico retornarem às aulas presenciais.

A pasta também apresentou um protocolo com orientações sobre os cuidados necessários para evitar a disseminação do novo coronavírus. Não há datas nem obrigatoriedade de retorno das atividades presenciais para recebimento dos recursos.

A verba extra foi anunciada em setembro pelo ministro Milton Ribeiro e é destinado a 117 mil escolas, que deverão usar os recursos para refazer projetos pedagógicos, incluindo novas formas de avaliação, reparos nas escolas e compra de equipamentos.